A Costa Vicentina

Dicas de viagem para a Costa Vicentina, a costa ocidental do Algarve em Parque Natural da Costa Vicentina entre o Cabo de São Vicente e o Alentejo, uma das maiores reservas naturais em Portugal: natureza, localidades, desporto e lazer

Paisagem

Costa Vicentina

A chamada , a costa oeste do Algarve, estende-se para mais de 60 km do Cabo de São Vicente, o ponto mais a sudoeste do continente Europeu, até Odeceixe na fronteira com o Alentejo. A costa rochosa e íngreme é intervalada por pequenas baías. O clima é menos ameno do que no resto do Algarve e a ondulação do Atlântico é espectacular, atraindo surfistas e praticantes de parapente em particular.

A paisagem continua sem sofrer as alterações que normalmente o turismo traz e é rica em flora e fauna. O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina com 70.000 ha é uma das maiores reservas naturais em Portugal. A Reserva Biogenética de Sagres entre o Cabo de São Vicente e a Ponta de Sagres existe um sistema ecológico único, que atrai ornitólogos de todo o mundo, sobretudo durante o Outono.


Localidades

As localidades mais importantes da Costa Vicentina

A localidade mais conhecida da Costa Vicentina é Sagres. Foi o Infante D. Henrique que contribuiu para a importância histórica e a fama desta vila. Hoje, Sagres tem um dos melhores mercados de peixe de toda a Europa e proporciona uma ampla escolha de surf-camps e escolas de surf. As pacatas localidades Burgau e Salema são os mais conhecidos destinos de férias na costa Sul do Parque Natural.

Vila do Bispo, a pequena capital do distrito, é distante do litoral e ainda pouco conhecido pelo turismo. Mais a norte, encontra-se a vila de Aljezur nas margens de uma ribeira e a poucos quilómetros da costa. Na própria vila, nos seus arredores e também na pequena freguesia de Odeceixe junto à fronteira com o Alentejo, existem vários alojamentos simples.


Desporto e Lazer

Desporto e Lazer na Costa Vicentina

No litoral de falésias, cuja imagem caracteriza a Costa Vicentina e a distingue do resto do Algarve, o clima é bastante mais agreste. Por outro lado, aqui a rebentação e o movimento das ondas do Atlântico são espetaculares. As águas agitadas atraem sobretudo surfistas, praticantes de Kitesurf e pilotos de parapente. Naturistas desfrutam, também aqui, de praias com condições verdadeiramente paradisíacas.

Durante todo o ano, a Costa Vicentina é um paraíso para apreciadores da natureza e das caminhadas. A vegetação do planalto, semelhante à charneca, surpreende com uma profusão de flores já na primavera e com um panorama deslumbrante sobre o oceano.

A Reserva Biogenética de Sagres, entre o Cabo de São Vicente e a Ponta de Sagres, é um ecossistema único. No outono, atrai ornitólogos de todo o mundo para a observação das aves no seu caminho da Europa Central e do Norte para a África.


Dicas de viagem

Costa Vicentina

A paisagem, o meio ambiente original preservado, é ideal para caminhadas durante todo o ano. Fãs de desportos radicais têm o seu próprio nicho neste sítio, sobretudo no inverno, quando o vento marítimo do ocidente sopra com mais força. No verão, praias desertas proporcionam experiências de naturismo e de prazeres aquáticos.


As nossas Recomendações
Publicidade